PEÇA O TESTE ANTI-HCV

POR TRÁS DO DIABETES TIPO 2 PODE ESTAR A HEPATITE C.

A hepatite C pode causar o diabetes tipo 2

A RELAÇÃO ENTRE A HEPATITE C E O DIABETES TIPO 2
O Diabetes Tipo 2 começa como uma doença silenciosa, que se desenvolve ao longo dos anos em virtude de uma mudança na liberação e na atuação da insulina nos tecidos periféricos. Essa mudança é consequência de uma combinação de fatores genéticos e fatores externos (alimentação  inadequada, sedentarismo e obesidade, entre outros) e recebe o nome de Resistência Periférica à Insulina, ou RPI.
A RPI impede que as células de gordura, dos músculos e do fígado respondam corretamente à insulina, o hormônio que regula a entrada de açúcar nas células. Isso faz com que cada vez mais insulina seja necessária para normalizar os níveis de glicose no sangue. Quando os fatores de risco se mantêm, os níveis de glicose no sangue também se elevam (Diabetes Tipo 2).

COMO A HEPATITE C INFLUENCIA O SURGIMENTO DO DIABETES TIPO 2?
A Hepatite C também pode iniciar como uma doença silenciosa, podendo evoluir para doenças graves, como a cirrose e/ou câncer de fígado.  No entanto, todos os portadores do HCV podem apresentar manifestações fora do fígado associadas ao vírus.  Uma destas é a Diabetes Tipo 2, que tem quatro vezes mais chance de ocorrer em portadores do HCV do que em indivíduos sem o vírus. Ao que tudo indica, isso acontece porque o vírus da Hepatite C é capaz de alterar a sinalização da insulina e impedir que ela regule o metabolismo da glicose no organismo. Em outras palavras, o HCV contribui para a instalação da RPI e, portanto, para o surgimento e a progressão do Diabetes Tipo 2.
As pesquisas indicam ainda que pacientes com Hepatite C e RPI tendem a acumular mais gordura no fígado e a evoluir mais rapidamente da hepatite crônica para a cirrose². Além disso, nos pacientes com cirrose avançada, o Diabetes Tipo 2 aumenta de 4 a 5 vezes o risco de câncer de fígado³. A boa notícia é que há uma significativa redução no aparecimento deste tipo de diabetes após a cura da Hepatite C com medicamentos antivirais.

Referências:
Fonte: Sociedade Brasileira de Hepatologia: HEPATITE_C_E_DIABETES_2016.pdf
1. Mehta et al, Ann Intern Med 2000.
2. Van der Meer AJ, et al. Life expectancy in patients with chronic HCV infection and cirrhosis compared with a general population. JAMA 2014;312:1927-1928).
3. Allison RD, et al.Increased incidence of cancer and cancer-related mortality among persons with chronic hepatitis C infection. J. Hepatol 2015;63:822-828.